12 de abril de 2012

Recipient(sotnemitn)es

Para todas as Felicitações recebidas em 11 de abril de 2012


lucas repetto

São como recipientes cristalinos,
de cristal;
Percebível são as faíscas que por dentro estouram nestes recipientes;
Como se algo não coubesse ao mesmo tempo em que se foi (é) necessário caber;
Mas não há saída para as faíscas;
Permanecem nos recipientes, loucas.
Só resta novamente adormecerem e outrora acordarem em outros recipientes;
Menos ou mais densos,
talvez nem tanto mais de cristal cristalino,
estas faíscas da centelha divina.
Logo, mexem-se, remexem-se os recipientes,
pelo simples forte impulso (vontade) que por dentro os habita, estas faíscas louco-humanas;
Como Chatterton impulsionam (vida? morte?) O movimento que de bom grado nos remete ao abraço.
Assim somos;
Recipientes de questões:
 — percursos, isolados, coletivos, internos, externos, próprios, nossos, amantes que olvidam algo que não os acometeu a memória do momento.
Abraços entre-humanos.
(imagem e sentimento)


Seja o primeiro a comentar !!!

Postar um comentário