19 de novembro de 2011

senti(pensa)mentopensa(senti)mentosentipensa(mento)

para Daniela Maura





lucas repetto

Pensar.
Sentimento pensar.
O sentimento como pensar.
Pensando o sentimento.
Não sendo um pensamento.
Sentimentalmente pensativo, pensador, dor do sentimento que pensa.
Pensativando, sentimentando, sentindo, pensa.
Sentimento?




 
Vivemorrend(o)pensa(senti)(r)mento.

12 de novembro de 2011

Desenho, Sem Título, Papel A4 60 kg (120g/m² 210mm x 297mm)
Caneta nanquim e hidrocor.

8 de novembro de 2011

Pintando com a tez

original

editada


Acrílica sobre Papel A4 60 kg (120g/m² 210mm x 297mm) 

Mór

É a necessidade latente n'alma dele em não sentir mais nada, 
Uma gota de bem que seja; um escrúpulo sequer.
Um sorriso, que não mais abre luz ao aparecer,
Pois queria ele de fato chorar, chorar e chorar. Chover!

No véu da lua que outrora foi sua salvação, deita-se.
n'Ela que refletia um olhar nunca mais visto, que o protegia e o fazia ter esperança.
Quis d'Ele novamente sentir as mãos que o afagavam em sonhos constantes.
Esvaindo-se foi sentido os milagres que não mais acreditava.

Feliz é a pomba, que de vestes mundanas ou sagradas voa para quaisquer que sejam os horizontes.
Leve ele pomba! Seja pro terreiro ou para o santuário,
Para rodar e rodar, ganhar uma rosa e aprender a voar.

Faça-o novamente sentir o que neste instante se apaga como luzes quebradas em natais vazios nas árvores da praça da liberdade,
Com tons de vinho que banham (m)(s)eu sangue.
Leve-o e não o deixe dizer adeus.